Catolicismo

Segundo a revista Italiana Jesus o Vaticano encontra-se a preparar um documento onde vai indicar os actos a proibir numa missa. A saber: bater palmas, dançar, ter raparigas como acólitas (auxiliares dos padres nas celebrações) ou ler outros textos que não os da Bíblia e dos missais.
A igreja católica, que é uma instituição velha, representada por um sumo pontÍfice quase a arrastar-se, quer, à entrada do século XXI ter uma postura retrógada e em desconsonância com a realidade ocidental.
A igreja vai-se transformar numa instituição risivel e irrelevante, que irá perder o seu peso ao longo dos próximos tempos.
Mas isto é só a última das machadadas, outras foram já dadas ao longo dos séculos, como a proibição de homens casados e mulheres de se ordenarem, a probição da utilização de meios contraceptivos alem dos naturais( sistema do calendário e abstinência).
Como querem combater a chamada crise de vocações criando medida proibitivas, sexistas e retrógadas?
Não sendo eu um católico praticante e sendo mesmo agnóstico considerava esta religião como uma das estruturas basilares da própria cultura lusitana, mas como outras instituições esta tenderá a desaparecer se insistir em arquaísmos monásticos

0 comentários: