Mais umas contas "bem feitas", à moda dos "tugas"...

Dizem que são 22000 infectados, mas também dizem que este numero é o oficial e não o real... Em quem devemos acreditar?
Certo, certo, é que o flagelo mundial do século passado, a SIDA, continua em crescimento neste século e, em Portugal, um país de estatisticas constantes mas também de muitas contas mal feitas, esse crescimento tem sido evidente, graças a um sistema de saude deficiente a vários niveis e à falta de acompanhamento à população carenciada (onde teoricamente o virus ataca mais depressa).
Concluimos novamente que a organização social, economica e politica não se entendem, de forma a criarmos um sistema com melhor qualidade de vida, com direito a assistencia médica "normal", como em outros países europeus.
Até quando isto vai continuar? Até quando teremos que marcar vez, em centros de saude, a partir das 5h da manhã? Até quando teremos filas de espera intermináveis para uma consulta de especialidade num hospital? Até quando continuaremos a pagar impostos e contribuições sem termos em troca aquilo que merecemos como humanos?
É pá, ó tuga, parece que afinal o problema é complexo e não vamos lá só com estatisticas, ainda para mais se essas não forem exactas...
Srs deputados, deixem de dormir no parlamento e vamos lá a por esta treta em ordem!!!

0 comentários: