Professores e alunos

Ontem ficou-se a saber, com atraso, quem foram os felizes contemplados com a possibilidade de lecionar no ensino publico. e mais uma vez muitos ficaram de fora. Conhecendo eu alguns candidatos e conhecendo minimamente a realidade acho que posso tecer algumas considerações:
- Muitos dos actuais professores são pessoas que a nivel académico não tiraram nenhum curso para lecionar. Por exemplo a dar aulas de quimica e fisica temos engenheiros, a dar aulas relacionadas com geometria descritiva e artes temos arquitectos. Isto significa que quem estudou para dar aulas tem o seu lugar ocupado por alguém que não se preparou para o efeito. Resultado: pior ensino dado porque não se especificou para tal. são por norma pessoas com conhecimentos na matéria mas que não a sabem transmitir de forma motivadora.
- A politica de rotatividade prejudica os candidatos que podem num determinado ano ficar perto de casa e noutro serem deslocados para longe. Será necessário arranjar uma forma de os mesmos serem colocados perto das suas familias e não se assemelharem a caixeiros viajantes.

Enquanto esta politica de educação se mantiver, vamos continuar a ter aulas dados por professores desmotivados e desadequados.

0 comentários: