Guantanamo

Um dos mais conceituados juízes britânicos, Lorde Johan Steyn, fez fortes críticas à política dos Estados Unidos relativamente ao que está a acontecer aos mais de 600 detidos na base naval de Guantanamo. Indivíduos que não têm acesso a um advogado e nem sequer estão a aguardar julgamento. Situação que Lorde Steyn classifica de "monstruoso falhanço da Justiça".
Afinal parece que não são apenas os terroristas que atentam as liberdades e garantias consagradas na carta dos direitos do Homem...

0 comentários: