Estação Carandiru

Tenho dois amigos brasileiros que me deram a conhecer este livro, escrito por um médico oncologista brasileiro ( Drauzio Varella) e baseado ( se fôr um brasileiro a ler isto é capaz de ficar confuso) na sua experiência pessoal vivida na extinta penitenciária de Carandiru nos arredores de São Paulo. O relato resulta do relacionamento que a profissão de médico permitiu manter com presos e funcionários e descreve a forma como a multidão de presos se organiza para conseguir sobreviver numa prisão que era seis vezes maior que a lendária Alcatraz.O livro, feito de pequenas crónicas, não pretende denunciar o desumano sistema prisional brasileiro, mas sim contar histórias interessantes de pessoas que o habitaram.
Este livro já deu origem a um filme ( Carandiru ) que esteve na Selecção Oficial de Cannes, mas não chegou às nossas salas de cinema.
A avaliar pela qualidade de " A Cidade de Deus " , um dos melhores filmes do ano, somos capazes de ter perdido um bom filme.

0 comentários: