Interrupção voluntária da gravidez( II)

O progressivo aumento dos abortos feitos ao abrigo da lei reflecte sobretudo a evolução das actividades de diagnóstico pré-natal que permitem detectar atempadamente doenças e mal formações do feto, realçou ao jornal Público a responsável pela Divisão de Saúde Materno-Infantil e dos Adolescente da Direcção-Geral de Saúde.
Por outro lado, a maior parte das IVG chegadas aos hospitais e maternidades em 2002, tal como acontece todos os anos, surgem classificadas como "não especificadas" (2345), "retidas" (3101) e "espontâneas".
Dados apurados pelo Público junto do Ministério da Saúde revelam uma situação ainda mais preocupante - no segundo semestre de 2001, o número de casos de complicações pós-aborto clandestino chegadas aos hospitais representavam mais do dobro das interrupções feitas ao abrigo da lei.
suponho que são números para pensar, principalmente aqueles que são contra a IVG!!

0 comentários: