Na falta de material próprio...

...eis algo para animar o início da temporada futebolística:

Resposta de adepto Portista a um “descerebrado vermelho”, no site
“Maisfutebol”
Então vamos aos factos ó pobre descerebrado que nem memória pareces possuir!!!
A história clubística portuguesa divide-se em dois períodos ó ignorante!:
1º Até ao 25 de Abril de 1974, onde o Salazar amigo separava Lisboa do
resto do país, concedendo aos clubes da capital do império: SCP e sobretudo, SLB
- o clube da águia imperial fascista (e nazi!), todas as condições materiais e humanas com o sacrifício e prejuízo dos restantes clubes, especialmente o FCP, que era o único que, com muito menos meios, fazia alguma frente aos senhores de barriga cheia, favorecidos pelas benesses do Ditador. Por isso dizia o Pedroto que um título do FCP valia por dois ou mais do que o de um clube de Lisboa, uma vez que não era uma competição em igualdade de circunstâncias - sabias ó estulta criatura que, entre outras regalias, os árbitros da FPF eram todos da região de Lisboa?...quando não chegassem os jogadores, lá estavam eles para garantir os “serviços mínimos” para as “suas cores”, e nem era preciso pagar-lhes viagens ao Brasil, pois corriam o risco de perderem os seus empregos , uma vez que eram funcionários públicos!... Deste modo as “mãos-cheias” de títulos desse período dos clubes da capital, mais concedidos pelo “Sistema Político Fascista e Centralista-Salazarista”, do que verdadeiramente conquistados por mérito ou real capacidade dos clubes de Lisboa, tem pouco mais que mero valor estatístico, entendes ó ignaro?
2º Período - Pós 25 de Abril, acabou e o Regime Salazarista acabou-se a mama, cada um por si e foi o que se viu!:
Não são precisos 100 anos ó basbaque para o FCP chegar aos calcanhares de um clube de freguesia (Benfica) SLB. FCPorto não deriva de nome de bairro mas de cidade que, por seu lado deu nome ao País que tu, imerecidamente habitas. FCPorto é um clube conhecido, admirado e temido nos de norte a sul do País e nos 4 cantos do Mundo, com adeptos em todos os continentes - só é reconhecido lá fora quem ganha ó pobre de espírito, não quem nem sequer aparece, ou quando aparece se cobre de ridículo nas competições europeias (SCP /SLB), com prestações miseráveis. Se soubesses ler, ou perceber o que lês, com dificuldade, talvez pudesses interpretar os dados estatísticos da história futebolística neste período:
1974-2004: 30 anos de competição - FCP- 15 títulos de Campeão Nacional (tantos como todos os outros juntos!), 8 Taças de Portugal (em casa do adversário), 12 Supertaças de Portugal, 2 Taças dos Campeões Europeus (a doer, e não com 7 joguitos, como as do SLB), uma Taça UEFA, 1 Supertaça Europeia, uma Taça Intercontinental (Campeão do Mundo de Clubes). Estes 40 títulos fazendo FCP o clube mais titulado a nível internacional com 5 taças.E mesmo a nível interno é o que mais ganhou nos últimos TRINTA E CINCO ANOS, não são 5 nem 10, como afirmas, ó mentiroso incontinente! Como poderás constatar ó caluniador ignorante e descerebrado, o currículo desportivo dos clubes de Lisboa é que nunca se comparou (por junto) ao do FCP e daqui a 100 anos, com adeptos tansos e incompetentes como tu (que felizmente para o FCP são a maioria), já só terão ganho taças da amizade, campeonatos da 2ª circular, de futsalinha, bisca lambida, e cabeçadas uns nos outros ó invertebrado soldadinho de um exército de 6+2 milhões minhocas...se o nº de adeptos servisse para alguma coisa os chineses, para além de terem inventado o futebol eram sempre campeões...

0 comentários: